Posts

A esperança tem que voltar a todos Nós, Cidadãos! #revoluçãodacidadania

Image may contain: 1 person, eyeglasses
Gaspar Macedo

Carta aberta a um corrupto.

Caro juiz. Depois de muito ser criticado, continua a insistir que o primeiro-ministro, tal como qualquer pessoa, deve marcar presenç...a em tribunal para prestar depoimento sobre o caso de Tancos. Para o descredibilizar já o acusaram de corrupto, desequilibrado, caluniador, promíscuo, e até mesmo de estar próximo de movimentos de extrema-direita.

Escrevo esta carta porque estou farto de ver portugueses com coragem serem destratados e perseguidos pela elite do regime.

Numa entrevista chegou a admitir que há 13 anos lhe foi dito que devia “meter-me com pessoas do meu tamanho, porque precisava do meu ordenado para sobreviver”.

A sua assinatura está nos processos em que muitos poderosos foram investigados, interrogados, arguidos ou mesmo detidos, desde o ex-primeiro-ministro José Sócrates ao antigo banqueiro Ricardo Salgado. Pelas suas mãos passaram políticos, banqueiros e gestores, como Armando Vara, Dias Loureiro, Isaltino Morais, José Oliveira Costa, Zeinal Bava, Jarmela Palos ou Duarte Lima. Todos estes e muitos mais distribuídos por dezenas de processos.

Por isso, nos últimos dez anos, já o ameaçaram de morte, invadiram-lhe a casa, tentaram atropelá-lo (bem como á sua mulher) e até chegaram a envenenar o seu cão. Invadiram-lhe a casa e colocaram uma arma pousada em cima de uma fotografia do seu filho. Já o acusaram de querer montar escutas ilegais, de assediar uma advogada e de ser "um diabo" à solta. Todas estas acusações foram provadas falsas, apenas difamatórias. Mas mesmo assim nunca desistiu, ao ponto de apenas ser afastado em sorteios pouco transparentes.

É um homem responsável por decidir o futuro de outros tantos que viveram à custa do engano e da mentira. É alguém que embora alto magistrado continua a fazer turnos extra ao fim de semana. A elite que o crítica repudia-o porque não consegue aceitar que o simples “filho de um carteiro e de uma tecelã” tem coragem de lhes fazer frente.

Para mim não é um “herói” ou um “super-juiz”. O senhor renunciou a esses títulos. É o um homem normal que está a devolver esperança na justiça portuguesa.

Tenho dito.

See More
Photos
Videos
Cidadãos como tu
91
2
Código de Ética do Nós, Cidadãos! Em qualquer atividade humana, é importante que o comportamento individual seja digno: ​​infelizmente, nem sempre é assim, e há pessoas que não correspondem ao que delas se esperava; também em política, os políticos devem estar ao serviço do bem comum da sociedade e não servir-se dos seus cargos para vantagem pessoal ou do partido. A classe política que não servir o bem comum distancia-se cada vez mais da sociedade: para combater este afastamento entre políticos e cidadãos, o Nós, Cidadãos! proclama este código de ética, como diretrizes a serem seguidas pelos nossos filiados e apoiantes a) Os cargos políticos devem ser um serviço temporário a prestar à sociedade, e nunca uma profissão ou modo de vida. b) A promoção do interesse público está acima dos interesses dos partidos políticos e de quem os integra c) É fundamental o respeito por todas as pessoas. Em política, é lícito defender ou opor-se a ideias; mas nunca devemos ofender pessoas cujas abordagens políticas são diferentes das nossas. A grandeza da democracia é a possibilidade de defender ideias diferentes, sem desencadear confrontos pessoais. d) O partido deverá ser capaz de unir todos os cidadãos pelo bem comum, embora eles tenham posições políticas diferentes. e) A forma de fazer política é a persuasão e a argumentação, nunca o insulto ou o confronto. f) Devemos promover a igualdade de todos no âmbito da Constituição da República Portuguesa g) A nossa maneira de ser e as nossas ações deverão ser sempre pela positiva, rejeitando as críticas destrutivas. h) Devemos respeitar a liberdade de consciência e de expressão, garantindo sempre a crítica construtiva e a discussão interna. i) Devemos eliminar qualquer prática discriminatória baseada no sexo, ideologia, fé ou outro tipo de diferença j) Devemos promover o espírito de convivência e respeito pelo parceiro/a como regra geral nas relações. k) Devemos promover a transparência, probidade e honestidade na gestão do Nós, Cidadãos! e das instituições com as quais colaboramos e para as quais somos eleitos l) Devemos promover a defesa e divulgação dos princípios do Nós, Cidadãos! e dos direitos humanos. m) Devemos defender a liberdade de opinião e difusão do pensamento Comportamento ético dos membros do Nós, Cidadãos! com cargos públicos a) Quem representar o Nós, Cidadãos! na administração pública, agirá de boa fé em benefício dos interesses gerais e do bem comum da sociedade. b) Os representantes do Nós, Cidadãos! velarão pela defesa dos bens ou interesses ao serviço dos cidadãos e da Administração. c) Devemos rejeitar e relatar atos de extorsão, manipulação, corrupção, ou pressão por parte de terceiros. d) Não devemos agir politicamente, por ação ou omissão, contra os interesses do Nós, Cidadãos! e) Não devemos pressionar, chantagear ou subornar subordinados ou superiores em benefício próprio ou alheio. f) Devemos cuidar do uso correto da propriedade e investimentos públicos g) Devemos abster-nos de participar em decisões que afetam a nossa profissão ou interesses pessoais ou de terceiros que têm relação pessoal ou familiar lucrativa e / ou patrimonial, passada ou futura.
64
16
Porquê votar - Nós, Cidadãos!
30
4